Edição 2018 – PME Líder e PME Excelência

Edição 2018 – PME Líder e PME Excelência

Cópia de Cópia de Cópia de Cópia de NTERVIEW (3)

A AESL – Associação Empresarial Serra da Lousã informa que já começou mais uma edição para distinção das PME Líderes e PME Excelência.

 

Infra expomos os critérios de seleção para PME Líder 2018:

  1. Assegurar a condição PME (a certificação PME deve ser anualmente renovada);
  2. Apresentem pelo menos três exercícios de atividade completos e as contas relativas ao último exercício económico e fiscal completo estejam encerradas;
  3. “Terem rating atribuído pelo sistema interno de notação de risco do banco protocolado”;
  4. Apresentarem notação mínima de risco atribuída pelas Sociedades de Garantia Mútua;
  5. A atividade que desenvolvam deve estar enquadrada na lista de CAE com acesso ao estatuto;
  6. Cumprimentos dos seguintes requisitos:
    • Situação regularizada perante à AT (Autoridade Tributária), SS (Segurança Social), IAPMEI e Turismo de Portugal;
    • Licenciamento da atividade regularizada;
    • Não estar em situação insolvência e/ou reestruturação financeira;
    • Não ter sido alvo de condenação em processo-crime ou contraordenacional (últimos três anos);
    • Não ter sido alvo de punição por contraordenações ambientais e do ordenamento do território (últimos três anos);
  7. “Demonstrarem prosseguir estratégias de crescimento e de reforço da sua base competitiva e possuam elevados níveis de desempenho e de solidez financeira”, cumprindo, cumulativamente:
    • Resultado Líquido Positivo;
    • EBITDA positivo (2016 e 2017);
    • Autonomia Financeira >=30%;
    • Rendibilidade Líquida do Capital Própria >=2%;
    • Dívida Financeira Líquida/EBITDA <=4,50;
    • EBITDA/Ativo>=2%;
    • EBITDA/Volume de Negócios >=2%;
    • Volume de Negócios (todos os CAE, exceto turismo) >=1.000.000€;
    • Número de trabalhadores da empresa como autónoma em 2017 >=8,00 UTA (unidade trabalho-ano);
    • Notação de risco não superior a 7, atribuída pelas Sociedades de Garantia Mútua.
    • Setor do Turismo: Volume de negócios >=500000€.
  8. Os valores bases são os contantes da IES 2017;
  9. Entidades Excluídas: SGPS, IPSS, Associações e Instituições que não tenham como objetivo lucro e não tenham contabilidade organizada;
  10. Estatuto PME Líder até 15 de setembro de 2019;
  11. O estatuto PME Líder pode caducar ou ser suspenso por incumprimento de algum dos critérios ou de qualquer conhecimento que ponha em causa a qualidade de desempenho.

Infra expomos os critérios de seleção da PME Excelência 2018:

  1. Autonomia Financeira <= 37,50%;
  2. Rendibilidade Líquida do Capital Próprio >= 12,50%;
  3. Dívida Financeira Líquida / EBITDA <=2,50;
  4. EBITDA/Ativo >=10%;
  5. EBITDA/Volume de Negócios >=7,50%;
  6. Crescimento do Volume de Negócios (de 2016 para 2017) >=0;
  7. Notação de risco <=5 atribuída pelas Sociedades de Garantia Mútua.

Vantagens do Estatuto PME Líder e PME Excelência:

  1. IAPMEI em parceria com outras entidades disponibiliza uma carta de benefícios;
  2. “O aumento de notoriedade permitirá à empresa diferenciar-se nas suas relações com o mercado”;
  3. “Condições de qualidade e preço e a uma oferta de financiamento mais sofisticada”.

 

Prazos:

  1. 15 setembro de 2018 – Suspensão do estatuto PME Líder 2017 (caso de não renovação);
  2. 31 outubro de 2018 – Apresentação de candidaturas aos estatutos de PME Líder e PME Excelência 2018 (renovações e novas adesões).

Nota: “As empresas que tenham sido distinguidas com o estatuto PME Líder 2018 são automaticamente candidatas ao estatuto PME Excelência 2018”.

 

Fonte: IAPMEI